Nossa História

Sobre a Afrochamber

O Fundador

O Fundador

Adalberto Camargo – 1923 /2008

Detentor de quatro mandatos consecutivos como Representante Paulista na Câmara dos Deputados, Adalberto Camargo (in memorian), teve como objetivo fundamental estreitar o relacionamento Cultural e Social e aprofundar o Intercâmbio nas áreas de Comércio e Educação entre o Brasil e os Países do Continente Africano. No transcorrer da sua administração à frente da AfroChamber, colaborou de forma significativa, para o êxito das Políticas de Abertura de Mercados Comerciais e estímulo às Exportações, definidas pelos sucessivos Governos do Brasil.

Neste contexto, promoveu no ano de 1973, a primeira Missão Comercial Brasileira para o Continente Africano, tendo marcado presença nos seguintes Países: Senegal, Costa do Marfim, Gana, Togo, Benin, Nigéria, Camarões, Zaire e Libéria.

A realização da Missão contou com a participação de dirigentes e executivos de 37 Indústrias Brasileiras e 5 representantes de Órgãos Governamentais (Ministério da Fazenda, Ministério da Indústria e Comércio, CACEX, COPEME – Companhia de Promoção de Exportação de Manufaturados do Estado de São Paulo, Lloyd Brasileiro e Ministério das Relações Exteriores).

Esteve também em Missão Oficial do Governo Brasileiro em Novembro de 2003, para São Tomé e Príncipe, Angola, Moçambique, Namíbia e África do Sul.

Cerimônia – Ordem do Rio Branco – Trecho do discurso em Brasília – Abril 1992


“Os 53 Países Independentes e Soberanos do Continente Africano, ocupam uma área de 32.500.000 Km², e detêm significativa parcela das riquezas do subsolo do mundo, com uma população aproximada de 700 milhões de habitantes.

Hoje, o povo africano, através de suas representações, participa dos grandes Fóruns Internacionais nos quais se decide o destino da humanidade; portanto, os seus descendentes fora da África, especificamente aqui no Brasil, devem se desenvolver politicamente para participar em todos os patamares da hierarquia sócio, político e econômica, para influir nas decisões do destino do Brasil.

 A exemplo de outras etnias, a aproximação da África com o nosso país, além de propiciar o aumento do processo de trocas comerciais e de cooperação técnica, constituirá um forte alicerce para o desenvolvimento da Comunidade Afro-Brasileira…”.

Com os meus cumprimentos,


 

Adalberto Camargo Junior – 2008 a 2011

Empresário que  teve durante grande parte de sua vida, influência e atenção no tratamento dispensado às questões referentes ao Continente Africano. Antes da Presidência, atuou como Secretário Executivo da Instituição e trabalhou de maneira muito próxima junto ao Fundador, assessorando-o em todas as atividades desenvolvidas.Trabalhou de maneira incansável para a Promoção das Atividades da Instituição. Viajou por grande parte dos Países Africanos, promovendo a divulgação das Empresas Brasileiras . No seu entender esse grande Continente representava gradativamente, uma alternativa cada vez mais atraente para o Empresariado Brasileiro. Não mediu esforços, em sua breve gestão para que fosse proporcionado através de informações e ações, o ambiente para o crescimento no fluxo Comercial entre o Brasil e o Continente Africano.

Abel da Silva Domingos –  2011 a 2014

Dedicou-se na consolidação e na criação de um ambiente adequado para a nova realidade e com a nova visão na apresentação da AfroChamber para os Players Brasileiros, ensejando uma maior proximidade com os Países Africanos.

Rui Mucaje  –  Atual